O que é o Radioamadorismo? | Seja Radioamador

O que é o Radioamadorismo?

Noticia Matérias Radioamadorismo

Você sabe o que é o radioamadorismo? Nessa matéria eu te conto um pouco sobre este hobby que tem atraído adeptos todos os dias no mundo inteiro.

O radioamadorismo é um serviço de radiocomunicação definido no Regulamento das Radiocomunicações da ITU (União Internacional das Telecomunicações). Os radioamadores, dos quais existem cerca de três milhões em todo o mundo, demonstram suas qualificações passando nos exames de teoria e prática do rádio e, assim, ganham acesso a faixas de frequência específicas localizadas em todo o espectro de rádio para uso em intercomunicação e investigações técnicas.

O Radioamador é a pessoa habilitada pelos órgãos competentes a operar uma estação de rádio, nas frequências delimitadas pelos órgãos governamentais competentes para tal, no Brasil está a cargo da Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações, seguindo padrões mundiais da ITU (União Internacional de Telecomunicações). Em tais frequências não é permitida a operação para fins comerciais ou desviada para qualquer outra finalidade.

É possível afirmar que o radioamadorismo começou juntamente com as primeiras emissões de rádio no final do século XIX. Como ainda não existiam fábricas de rádios até então, mas a curiosidade na comunicação a distância era crescente, diversas pessoas começaram a montar seus próprios equipamentos e antenas de forma caseira a título de experimentos e deu-se então o início desse hobby que se tornou conhecido mundialmente.

Os radioamadores têm uma história orgulhosa de fazer avançar a arte e a ciência do rádio e de desenvolver e aplicar suas habilidades ao serviço público, especialmente em caso de desastres naturais quando os sistemas de comunicação normais são interrompidos. Com um transceptor de alta frequência (HF) de baixa potência (QRP), uma bateria de carro e um fio para uma antena, um radioamador pode estabelecer comunicação em praticamente qualquer lugar usando seu conhecimento de propagação através da ionosfera (camada da atmosfera). Em algumas partes do mundo, grupos organizados de radioamadores estão preparados para ajudar suas comunidades usando seus transceptores de HF, VHF e UHF de uso pessoal.

Existem no mundo muitos tipos de radioamadores, aqueles que procuram ter uma estação de radiocomunicação com intuito de adquirir conhecimento em diversos ramos da ciência, pois, para se ter uma estação de rádio é necessário dominar diversos ramos do conhecimento tecnológico e científico (não se assuste, dá pra aprender no caminho), alguns são: a eletricidade, comunicação, a eletrônica, a mecânica, incluindo a matemática e a física em modo geral, para os aficionados em comunicados a longa distância, chamados de DX, destacam-se o conhecimento da meteorologia, da astronomia, além de conhecimentos de geografia, dentre outros ramos do conhecimento. Muitos profissionais das mais diversas áreas nasceram a partir de estudos feitos no radioamadorismo.

A oportunidade de se comunicar com outros colegas radioamadores de todas as partes do mundo por meio de uma estação de rádio traz benefícios por permitir a integração entre pessoas de diversas culturas e países.

O principal objetivo do radioamador é o aprimoramento de sua estação de rádio através da melhoria constante de seus equipamentos e antenas, (o radioamador adora passar tempo mexendo nas coisas da estação, mesmo depois de pronto, hehe) o radioamador utiliza as ondas de rádio como meio de propagação de seus comunicados, bem como o estudo da propagação de ondas no espaço, a reflexão ionosférica, reflexão lunar, estudos do espectro de radiofrequência em geral, aspectos geográficos em radiocomunicação. (Não se preocupe, na pratica você vai ver que isso é mais divertido do que parece..)

O primeiro satélite amador, foi lançado em 1961, seguido por 100 outros, incluindo um satélite geoestacionário que cobre a África, grande parte da Ásia e Europa (QO-100). A comunicação de radioamadores com a Estação Espacial Internacional (ISS) colocou milhares de estudantes em contato direto com o programa espacial tripulado.

Em todo o mundo, o radioamadorismo aprimora a base de habilidades nacionais em tecnologia de telecomunicações e oferece uma atividade estimulante e absorvente para pessoas de todas as idades e de todas as esferas da vida, tem espaço pra todo mundo em diversos modos de operação.

As opções de equipamentos, antenas, modalidades, modos de operação e programas de computador disponíveis a um custo razoável para os radioamadores oferecem oportunidades cada vez maiores de explorar o espectro de rádio.

Com base em mais de um século de tradição e avanço, um futuro brilhante o aguarda!

Saiba como se tornar um radioamador nesta matéria ou através do vídeo abaixo

Um forte 73 de PY1SR.


Partes deste texto foram retirados da internet.

Previous Post Next Post